Philosophy & Mission

O papel social da Educação Adventista

A verdadeira educação vai além da acumulação de conhecimento cognitivo, preparação para o mundo de trabalho, autoconhecimento e competição de modo efetivo com o ambiente.  A Educação Adventista enxerga o educando como um todo, capaz de agir e decidir por si aquilo que considera importante para sua vida num contexto de coletividade envolvendo a sociedade e seus valores, e isso passa pela formação espiritual.

Compreender o ser humano através do desenvolvimento de todo o ser – incluindo a espiritualidade – não é mais exclusividade daqueles que estão envolvidos com uma religião, mas também faz parte daqueles que buscam uma educação diferenciada para seus filhos. É nesse ponto que a Educação Adventista pode participar do processo formativo e informativo da sociedade atual.

Photo: Pixabay

Destaco aqui quatro pilares que fazem da Educação Adventista um forte aliado de uma sociedade voltada para o desenvolvimento holístico (moral, ético, social, físico e espiritual) do ser humano:

1.      Restaurar à imagem de Deus – A Educação Adventista se destaca porque no seu currículo a imagem de Deus está presente todos os dias, em todas as atividades. Os alunos são educados promovendo o desenvolvimento do corpo, do espírito e da alma, contribuindo para que a imagem do ser humano se assemelhe a imagem do seu Criador.

2.      Desenvolver o caráter seguindo princípios imutáveis – A verdadeira educação não desconhece o valor dos conhecimentos científicos ou aquisições literárias; mas acima da instrução aprecia a capacidade, acima da capacidade a bondade, e acima das aquisições intelectuais o caráter. O mundo não necessita tanto de homens de grande intelecto, como de nobre caráter. Necessita de homens cuja habilidade seja dirigida por princípios firmes.

3.      Estimular o aperfeiçoamento próprio com base no desenvolvimento social – O egoísmo tem tirado do coração das crianças e adolescentes o sentimento de serem úteis à família e à sociedade. A geração atual não quer mais assumir nenhuma responsabilidade perante as pessoas. É papel da família, da igreja e da escola ensinar aos adolescentes e jovens a importância de viver não para serem servidos, mas para servir.

4.      Estar apto para tomada de decisões – A Educação Adventista não vê seus alunos como competidores entre si, não procura preparar crianças e adolescentes para uma busca desenfreada de uma seleção do mais apto ou do mais forte, mas olha para o ser em formação como alguém capaz de se desenvolver dentro de sua capacidade, e através dela, estar apto para tomar decisões que farão a diferença em sua vida e das pessoas ao seu redor.

É por isso que a Educação Adventista se destaca de outros programas de ensino. Sua missão é contribuir com uma sociedade que busca algo melhor para deixar para aqueles ainda estão em formação e que precisam receber um conhecimento mais completo, mais amplo e mais justo.

Que característica você destaca como diferencial da Educação Adventista?

Douglas Menslin

Douglas Menslin é doutor em História da Educação, pesquisador e professor universitário. Diretor Geral do Centro Universitário Adventista São Paulo – Campus São Paulo, Brasil. Atua na educação adventista há 30 anos, com experiência em gestão e formação de professores. É autor de 9 livros na área de ensino e administração escolar.

Latest posts by Douglas Menslin (see all)


Leave a Comment

We welcome and encourage constructive, respectful and relevant comments. We reserve the right to approve comments and will not be able to respond to inquiries about deleted comments. By commenting, you agree to our comment guidelines.

Your email address will not be published. Required fields are marked *