Themes

Philosophy & Mission

Uma escola segundo a vontade de Deus (parte 1)

A escola existe para orientar e proporcionar ao individuo possibilidades e caminhos de aprendizado. É ali onde a família deposita sua confiança, esperando que a gestão e filosofia da instituição que escolheram oriente devidamente o bem mais precioso de suas vidas.

A vida de uma criança é muito importante e a responsabilidade de orientar vai muito além dos objetivos de uma simples grade curricular. Diante de tamanha responsabilidade, qual a vontade de Deus para que uma escola cumpra essa missão?

  • Uma Educação tão alta como o CéuMother's hand giving young tree to a child for planting together in green nature background
    “Aquele que coopera com o propósito divino, transmitindo à juventude o conhecimento de Deus, e moldando-lhes o caráter em harmonia com o Seu, realiza uma elevada e nobre obra. Suscitando o desejo de atingir o ideal de Deus, apresenta uma educação que é tão alta como o Céu e tão extensa como o Universo; uma educação que não se poderá completar nesta vida, mas que se prolongará na vindoura; educação que garante ao estudante eficiente sua promoção da escola preparatória da Terra para o curso superior – a escola celestial.” (Educação, p.19)

A escola segundo o coração de Deus deve refletir a Sua luz, acima de qualquer coisa. Não apenas defender uma filosofia de vida, mas acima de tudo vive-la. É o exemplo que fala mais alto que qualquer estratégia pensada para alcançar alunos. Ellen White deixa claro que através do exemplo podemos cumprir tão elevada obra.

Se pararmos para pensar no tamanho da responsabilidade que envolve a educação, muitos desistiriam e abandonariam a missão. Preparar alunos para o reino de Deus vai além de qualquer desafio profissional. O único meio possível para completarmos tal missão é seguindo os passos do Mestre dos mestres, Jesus.

  • Natureza como ciência
    “Nossos filhos necessitam aprender essas lições. Para a criancinha, ainda incapaz de aprender pela página impressa, ou tomar parte nos trabalhos de uma sala de aulas, a Natureza apresenta uma fonte infalível de instrução e deleite. O coração que ainda não se acha endurecido pelo contato com o mal, está pronto a reconhecer aquela Presença que penetra todas as coisas criadas. O ouvido, ainda não ensurdecido pelo clamor do mundo, está atento à Voz que fala pelas manifestações da Natureza.” (Educação, p.100)

Concreto, belas estruturas, paredes sem marcas e chão limpo, não caracterizam um ambiente lúdico, de convivência e aprendizagem. O espaço escolar tem deixado de lado o guia de pesquisa criado por Deus. Cada vez enxergamos menos a presença do mundo natural em nossas escolas, e isso é preocupante. Deus com toda sua sabedoria preparou e organizou minuciosamente um laboratório de ultima geração para aprendermos de seu amor e identidade. O contato com a terra, o cultivo das plantas, observar, sentir, tocar, esperar, são habilidades adquiridas na convivência com o meio natural.

As crianças devem ser expostas à digital do Criador e identificá-la nesse mundo obscuro. O contato com a natureza é a chave para entender o mundo e qual nosso papel nele. Uma escola segundo a vontade de Deus, ensina pela natureza. Essa é a vontade do mestre, e a sua vontade é perfeita.

*A segunda parte desse artigo, com mais três características de uma escola segundo a vontade de Deus, será publicada na próxima semana.


Nota: Artigo escrito e postado em Português.

Malú Loiola

Formada em pedagogia. É autora do blog Diário de uma Professora, onde compartilha informações do universo educacional. Atuou como professora regente nas escolas Adventistas de Sorocaba e Vila Matilde, dedicando-se ao ensino infantil. Atualmente dedica-se em tempo integral ao universo materno, acompanhando o processo de desenvolvimento de sua filha Alice.

Latest posts by Malú Loiola (see all)


Leave a Comment

We welcome and encourage constructive, respectful and relevant comments. We reserve the right to approve comments and will not be able to respond to inquiries about deleted comments. By commenting, you agree to our comment guidelines.

Your email address will not be published. Required fields are marked *