Themes

Best Practices

Projeto Garotas Brilhantes (Parte 1)

As pesquisas têm mostrado que quando meninas têm acesso a educação elas casam mais tarde, cuidam melhor da saúde e da instrução dos filhos. Por isso o empoderamento de meninas é um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, que devem ser alcançados até 2030. Com isso a ideia é romper o ciclo de pobreza, pois quanto mais vulnerável e periférica é a comunidade, mais adolescentes se tornam mães precoces e abandonam o estudo. Para o enfrentamento dessa realidade o fator primordial é a educação.

Young students on campusHá quatro anos, durante uma palestra, uma professora relatou dificuldades enfrentadas pelas alunas onde ela lecionava que eram vinculadas com questões sociais como violência, gravidez precoce, abuso e abandono. A professora lecionava em uma escola pública localizada numa comunidade vulnerável no município de São José do Rio Preto, no estado de São Paulo, Brasil.

Me sensibilizei ao ouvir as experiências daquela professora. Como educadora e atuando na área social, resolvi unir uma equipe de voluntários e começar uma iniciativa para promover o acolhimento e fortalecimento de vínculos de meninas adolescentes em situação de vulnerabilidade que estudam em escolas públicas. Foi assim que surgiu o Projeto Garotas Brilhantes, mantido pela ADRA Brasil em parceria com a coordenação das escolas.

Criamos uma ação de intervenção para ajudar essas meninas e prevenir situações de risco. À medida que as ações socioeducativas foram sendo desenvolvidas percebemos que as adolescentes que participavam do projeto melhoraram sua autoestima, começaram a visualizar novas perspectivas para a vida e passaram a reconhecer o potencial que possuem para a realização de seus sonhos e ideais.

Basicamente o Projeto consiste em oficinas culturais, palestras e cursos de capacitação profissional que acontecem semanalmente dentro das salas de aula durante o período de aulas. É um momento para essas meninas descobrirem o seu potencial, suas habilidades profissionais para se desenvolverem e serem protagonistas de sua própria história.

Atualmente o Garotas Brilhantes é realizado várias escolas do estado de São Paulo, Brasil: em três escolas públicas na cidade de São José do Rio Preto, uma em Barretos, uma em Franca, e uma em Fernandópolis. Em julho de 2018 foi implementado em Luanda, na Angola. Mais de 2500 adolescentes já foram beneficiadas com o Projeto que a cada ano se renova com resultados positivos na formação, participação e cidadania, trazendo impactos positivos em relação à autoestima, ao comportamento e à aprendizagem de cada aluna.

Confira nas próximas duas semanas mais detalhes sobre esse Projeto.


Nota: Artigo escrito e postado em Português.

Neusa Ferraz

Neusa Ferraz

Neusa Ferraz é formada em Educação pelo Instituto Adventista de Ensino, tem pós graduação em Psicopedagogia no UNASP EC e MBA em Gestão Estratégica do Terceiro Setor na FMU, SP.

Já foi professora, orientadora e diretora escolar em São Paulo e em Cuiabá, no Mato Grosso. Atualmente, atua como gestora de projetos sociais na Adra Brasil, regional São José do Rio Preto - São Paulo, Brasil, onde implantou o Projeto Garotas Brilhantes (PGB).
Neusa Ferraz

Latest posts by Neusa Ferraz (see all)


3 comments

  • | 4 days ago

    Belo e Abençoado projeto, fazendo diferença na vida e no futuro de muitas e muitas garotas, mudando assim para uma realidade melhor suas realidades, influenciando as pessoas que estão ao seu redor e assim alcançando um número maior de pessoas com frutos deste projeto. Parabéns Neusa Ferraz

  • | 2 days ago

    Sempre bom receber notícias deste projeto que muda o mundo das meninas e também dos voluntários que têm o privilégio de ter contato com elas. Que Deus continue abençoando muito!

Leave a Comment

We welcome and encourage constructive, respectful and relevant comments. We reserve the right to approve comments and will not be able to respond to inquiries about deleted comments. By commenting, you agree to our comment guidelines.

Your email address will not be published. Required fields are marked *