Themes

Best Practices

Projeto Garotas Brilhantes (Parte 3)

Na primeira parte desta série de artigos falamos sobre como começou o Projeto e os objetivos. Nesta etapa quero destacar os temas que trabalhamos com as adolescentes. Para isso, contamos com uma equipe formada por multiprofissionais voluntários. Todas as atividades são realizadas nas escolas ou espaços públicos. Nossa intenção é possibilitar que adolescentes e familiares expressem dificuldades, soluções encontradas e demandas, de forma a construir conjuntamente alternativas para as necessidades dos problemas enfrentados.

Empreendedorismo 

Portrait of black teenage girl by lockers in school corridorNo Projeto as adolescentes são incentivadas a terem uma atitude empreendedora. Elas já́ possuem idade e maturidade suficiente para entender o que é um comportamento empreendedor em diferentes áreas da vida e enxergar oportunidades de serem protagonistas de suas próprias histórias.

O empreendedorismo é uma das ferramentas capazes de conferir independência à mulher para que não seja escrava de situações de violência e pobreza, falta de estudo ou questões financeiras. Essa poderosa arma de realização pode ser usada por qualquer pessoa que possua alguma habilidade, criatividade, ou que se capacite para tal. Empreender não é só́ para quem monta grandes negócios. Há vários níveis de empreendedorismo, e todos eles implicam uma atitude de fazer diferente, mudar as coisas, dar o seu melhor para atingir um objetivo. É possível empreender com brigadeiros, bombons, artesanato.

Palestras e atividades

Nos encontros realizados semanalmente na escola, abordamos vários temas com a ajuda de profissionais da área de psicologia, educação, direito e economia. Seguem alguns dos temas trabalhados em palestras e dinâmicas:

  • As conquistas das mulheres
  • Sistemas de status e papeis sociais
  • Histórias de sucesso de ex-alunas
  • Dilemas morais e responsabilidades
  • Saúde
  • Dia internacional da mulher
  • Importância dos valores morais
  • Significado da Páscoa
  • Escolhas e pressão sobre o futuro
  • Prevenção da gravidez na adolescência
  • Namoro e sexualidade
  • Uso do celular e redes sociais
  • Escolha Vocacional
  • Mercado de trabalho
  • Lições de vida na infância e adolescência
  • Carreira profissional
  • Vestibular: orientação profissional
  • Finanças pessoais: controle de gastos
  • Criatividade
  • Empreendedorismo feminino
  • Imagem pessoal e profissional
  • Direitos das crianças e dos adolescentes
  • Autoestima
  • Empoderamento feminino e de meninas
  • Valorização pessoal
  • Planejamento Pessoal
  • As linguagens do amor
  • Propósito de vida
  • Oficinas de artesanato, estética, culinária e capacitação profissional
  • Dinâmicas e roda de conversas

This slideshow requires JavaScript.

Nesses últimos anos de projeto, colhemos vários resultados positivos. “Eu não pensava no futuro, queria mais curtir a vida, mas através das palestras que tivemos esse ano eu penso em trabalho e fazer uma faculdade”, comentou uma das alunas que participa do projeto. Com o Projeto, a liderança das escolas percebeu vários benefícios como uma menor evasão escolar, menor índice de gravidez precoce e uma melhora no desempenho acadêmico.

Caso você tenha interesse em implementar o Projeto em sua cidade ou obter mais informações, envie um e-mail para: neusa.ferraz@ucb.org.bre acesse o site: www.projetogarotasbrilhantes.com.br.

Ler a parte 1 da série sobre o Garotas Brilhantes. Ler a parte 2.


Nota: Artigo escrito e postado em Português.

Neusa Ferraz

Neusa Ferraz

Neusa Ferraz é formada em Educação pelo Instituto Adventista de Ensino, tem pós graduação em Psicopedagogia no UNASP EC e MBA em Gestão Estratégica do Terceiro Setor na FMU, SP.

Já foi professora, orientadora e diretora escolar em São Paulo e em Cuiabá, no Mato Grosso. Atualmente, atua como gestora de projetos sociais na Adra Brasil, regional São José do Rio Preto - São Paulo, Brasil, onde implantou o Projeto Garotas Brilhantes (PGB).
Neusa Ferraz

Latest posts by Neusa Ferraz (see all)


Leave a Comment

We welcome and encourage constructive, respectful and relevant comments. We reserve the right to approve comments and will not be able to respond to inquiries about deleted comments. By commenting, you agree to our comment guidelines.

Your email address will not be published. Required fields are marked *