Themes

Communication & Cooperation

Atividades e programa para uma Escola de Pais

Na última parte desta série de três artigos vamos falar sobre a programação da Escola de Pais. Os minutos que antecedem ao início da programação podem ser preenchidos com uma música especial, adequada, executada por grupos musicais que envolvam os alunos da escola ou, caso isso não seja possível, por gravações. Após as boas-vindas e a oração, alguns minutos devem ser dedicados a informações e à divulgação da programação em geral, levando-se em consideração aqueles que estão assistindo pela primeira vez às reuniões. A apresentação do palestrante deve incluir os seus dados profissionais mais relevantes ao assunto a ser apresentado e aos interesses do auditório.

Rear view of man gesturing with hand while standing against defocused group of people sitting at the chairs in front of himNesse momento, pode-se ter uma mensagem musical, antecedendo o início da palestra. Deve-se estabelecer previamente com o palestrante o tempo que ele dispõe para falar. É importante reservar um espaço após o término da palestra para perguntas e respostas, no qual todos possam participar, sanando suas dúvidas. Seria apropriado oferecer ao palestrante um presente simbólico, em gratidão ao seu trabalho.

Na última reunião anual da Escola de Pais, antes do término do programa, reserve um espaço no qual os participantes possam avaliar a programação geral do ano. Essa avaliação deve levar em consideração a organização, os temas, os palestrantes, a divulgação, e apresentar comentários positivos e negativos do ano findo, com sugestões para o ano seguinte.

Uma das dificuldades que se encontra neste tipo de programação é que a maioria das palestras são direcionadas somente aos adultos e boa parte destes tem filhos pequenos. Uma forma de solver o problema seria realizar uma programação educativa simultânea especial para as crianças, em uma sala anexa, que seja coordenada por professores e voluntários preparados para isso. Além de prover um momento de tranquilidade para os pais, as crianças passam a amar e a divulgar naturalmente a Escola de Pais.

Atividades de Apoio

O Projeto Escola de Pais pode ser enriquecido ao longo do ano através de algumas atividades de interesse do grupo, e que estejam dentro das possibilidades da escola. Dentre elas podemos destacar, por exemplo, o empréstimo de livros e de outros materiais do acervo da biblioteca da escola, relacionados com os interesses da Escola de Pais. Outra forma seria filmar e/ou gravar cada palestra, e então colocar as fitas à disposição dos interessados que não puderam assistir determinada palestra. Todos esses materiais podem ser oferecidos para empréstimo nos minutos prévios à programação, junto à recepção, na entrada do local das reuniões.

Pode-se promover, como eventos, também encontros de casais, encontros de pais separados, jantar especial com os pais no dia dos namorados, homenagem pela passagem do aniversário dos inscritos, concertos musicais pelos alunos da escola, palestras simultâneas para os pais e filhos em auditórios separados abordando o mesmo assunto com enfoques diferentes (por exemplo, sobre a adolescência), cursos “Como Deixar de Fumar em 5 Dias”, cursos de arte culinária, etc. Como atividades permanentes, poderiam ser organizados um pequeno Centro de Aconselhamento Cristão (coordenado pela Orientação Educacional da escola), uma classe semanal de estudo da Bíblia, etc.

Vários benefícios podem resultar de uma Escola de Pais bem organizada. Para os pais, ela é um lugar de apoio, de incentivo e de crescimento na difícil tarefa de educar seus filhos. Para os filhos, ela representa uma tentativa de maior entrosamento entre os interesses familiares e escolares. Para a escola, ela é um componente indispensável de seu programa de educação integral e um meio eficaz de difundir a filosofia educacional adventista. E para a comunidade em geral, ela é o símbolo de um sistema educacional que se preocupa em beneficiar não apenas os seus clientes imediatos, mas também a todas as famílias que residem dentro da esfera de influência da escola.


Nota: Artigo escrito e postado em Português.

Marly Timm

Mestre em Educação, com especialização em Orientação Profissional. Foi professora, orientadora e diretora de Educação Básica; professora de Ensino Superior no Unasp-EC, onde fundou e coordenou o Centro de Aconselhamento Universitário; organizou e coordenou o Serviço Voluntário Adventista para a América do Sul. Trabalha atualmente no Instituto de Pesquisa Bíblica da Associação Geral, em Silver Spring, Maryland, EUA. É autora do livro Educação Para a Escolha Profissional: A função da Escola de Educação Básica (Unaspress, 2005). Casada com Alberto R. Timm, tem três filhos: Suellen, William e Shelley.

Latest posts by Marly Timm (see all)


Leave a Comment

We welcome and encourage constructive, respectful and relevant comments. We reserve the right to approve comments and will not be able to respond to inquiries about deleted comments. By commenting, you agree to our comment guidelines.

Your email address will not be published. Required fields are marked *